Notícia

Plano de Recursos Hídricos apresenta metas para região do Lago de Furnas

Alfenas foi sede na manhã de quinta-feira, dia 21, de uma consulta pública sobre o plano de metas sugerido no Plano Diretor de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Entorno do Lago de Furnas. Foram apresentados programas, projetos e medidas a serem adotadas em toda a região nos próximos 20 anos, visando à melhoria da qualidade e da quantidade de água.

Segundo o professor Benedito Silva, pesquisador da Fupai (Fundação de Pesquisa e Assessoramento à Indústria) e um dos profissionais envolvidos na elaboração do plano, serão cinco programas: base de dados e sistema de informação, recuperação da qualidade da água, conservação de corpos d´água, uso racional dos recursos hídricos e capacitação e gestão de recursos hídricos.

Benedito Silva explica ainda que o objetivo da consulta é ouvir sugestões e críticas para melhorar o plano de metas, que deverá ser levado à aprovação do CBH Furnas (Comitê de Bacia Hidrográfica do Lago de Furnas) em julho. Depois, será enviado à Câmara Técnica de Controle de Recursos Hídricos e, até novembro, deverá estar
aprovado também no Conselho Estadual de Recursos Hídricos.

Dificuldades

Outro pesquisador, professor Alexandre Augusto Santos, explicou que o plano diretor vem sendo elaborado desde 2009, "mas que enfrentou várias dificuldades; daí a demora na conclusão de cada uma das etapas, como demora no repasse de recursos, por exemplo."

Antes da apresentação do plano de metas em Alfenas, foram elaborados o diagnóstico e o prognóstico da região. No diagnóstico, apresentado em 2009, na cidade de Campo Belo, foram delineados cursos de água da região, condições do solo, levantamento socioeconômico e situação geral dos recursos hídricos. No prognóstico, apresentado em 2012 na cidade de Formiga, foi feita uma projeção da demanda por recursos hídricos nos cenários de alto, médio e baixo consumo de água.

Participação

A reunião em Alfenas foi coordenada pelo presidente do CBH Furnas, Fausto Costa, e teve participação de representantes do Igam (Instituto Mineiro de Gestão das Águas), Instituto Mineiro de Agropecuária, Copasa e usuários do lago. Segundo o presidente, o plano diretor de recursos hídricos - que contempla 52 municípios - é um importante instrumento de gestão para aplicação de políticas de recursos hídricos em toda a região. "O lago de Furnas é um dos maiores do Brasil e este plano é uma ferramenta de desenvolvimento da nossa região e também de preservação da água."

O CBH Furnas coordena a elaboração do plano. Os recursos vêm do Fundo de Recuperação, Proteção e Desenvolvimento Sustentável das Bacias Hidrográficas do Estado de Minas Gerais. Alago (Associação dos Municípios do Lago de Furnas) e ForumLago (formado por instituições de ensino superior da região) acompanham a elaboração.

PARCEIROS