Notícia

AUDIÊNCIA DEBATE HIDROVIA LAGO DE FURNAS

DNIT ANUNCIA RECURSOS PARA ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA

Pompilio Canavez mostra vantagens do modal de transporte aquaviário. (Fotos: Venício Scatolino)

A implementação da Hidrovia Lago de Furnas, que vai ligar Alfenas a Formiga, foi
debatida em audiência pública, realizada na manhã de hoje, terça-feira, na Câmara
Municipal de Alfenas. A reunião foi uma convocação do deputado estadual e vicepresidente
da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa de Minas Gerais,
Pompilio Canavez. O primeiro resultado prático veio do Dnit (Departamento Nacional de
Infraestrutura de Transportes), que anunciou convênio para realização de estudo de
viabilidade técnica e econômica da hidrovia.

Com público formado por prefeitos, vereadores, secretários municipais, autoridades
policiais, representantes da sociedade civil organizada, representantes de universidades
e empresários, a audiência integra também ao projeto a Assembleia Legislativa. Pompilio
Canavez fez um retrospecto da luta pela implementação da hidrovia, falou dos Planos
Diretores Participativos realizados em todos os municípios da região, das parcerias com
universidades e dos projetos de saneamento ambiental já elaborados. Fez uma
explanação sobre as vantagens do modal de transporte aquaviário em relação aos modais
rodoviário e ferroviário.

Segundo ele, o transporte pela água emite menos gases e resíduos poluentes no meio
ambiente, utiliza menos combustível, causa menos acidentes e ocupa menos espaço
físico. O deputado lembrou que a Hidrovia Lago de Furnas, numas extensão de 250
quilômetros, já foi aprovada pelo Governo Federal . “Sem dúvida ela trará
desenvolvimento, geração de emprego e renda e diminuirá o risco de acidentes no
transporte de pessoas e cargas pela rodovias do Sul de Minas.”

O coordenador de obras portuárias delegadas marítimas do Dnit, Paulo Roberto Godoy,
ressaltou que o Governo busca racionalizar o transporte de cargas e, neste contexto, “ o
lago de Furnas desempenhará papel importante. Por isso veio informar que os estudos já
estão dimensionados e o convênio está em fase de assinatura, com recursos assegurados.
Até o final do mês deverá ser assinado o acordo com a Alago, com prazo até o final do
ano para conclusão.”

PARCEIROS